quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Marvel planeja alterar origens da Feiticeira Escarlate e Mércurio nos Filmes


Em um passado não muito longe, a Marvel não era autorizada a usar o termo “mutante” em seu universo cinematográfico, porque a Fox era a “dona” dessa denominação. Então, quando houve uma negociação entre os estúdios para que a Feiticeira Escarlate e seu irmão gêmeo Mercúrio fossem usados em Vingadores: A Era de Ultron; suas origens foram modificadas.


Os irmãos Maximoff nunca são chamados de “mutantes” no Universo Cinematográfico da Marvel. Porém, com a aquisição da Fox pela Disney, a Marvel poderá recontar (e acertar) a origem da dupla, talvez deixando-a mais alinhada com as histórias dos quadrinhos clássicas, onde os dois são filhos do Magneto (que também já foi alterado nos quadrinhos para criações do Alto Evolucionário) e, portanto, herdam seu gene X. O estúdio, inclusive, parece já estar cuidando de alguns detalhes aqui e ali para que isso aconteça.
Em um novo dicionário visual do universo cinematográfico da Marvel, existem algumas pistas de que o Barão Von Strucker não deu os poderes para a heroína com a Joia da Mente, mas sim que ele pode ter desbloqueado algo no interior de Wanda, algo que já estava lá desde antes dos experimentos que vemos brevemente nos filmes.

   “Ela pode ser chamada de Feiticeira Escarlate, mas os poderes de Wanda não são derivados do oculto. [Não se sabe] se ela a alterou ou apenas liberou algo que já estava dentro de Wanda, mas a Joia do Infinito no cetro de Loki concedeu incríveis poderes mentais. A interface neuroelétrica interna de Wanda permite que ela conjure explosões de energia telecinética vermelhas. Ela também pode usar essa energia para criar barreiras, levitar e mover objetos; se comunicar e ler pensamentos por telepatia; e até manipular as mentes dos outros”

A descrição abre precedentes muito interessantes para a maneira como a Marvel vai lidar com a entrada dos super-heróis que estavam em posse da Fox e agora podem aparecer no universo de filmes da Marvel. Seria um primeiro passo, ainda que tímido, para que isso ocorra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário