quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Deadpool é um câncer gigante e consciente


Recente nos quadrinhos foi mostrado em confronto entre Deadpool e Pantera Negra, nele foi revelado que os poderes do Mercenário Tagarela não são de fato um fator de cura, mas na verdade “um fator de morte”.


Para quem não sabe, o Deadpool é um ser que sofreu uma mutação genética forçada ao participar do programa Arma-X, que lhe concedeu uma versão modificada dos poderes de cura do Wolverine. Com isso, o personagem não é considerado de fato um mutante, já que não nasceu com suas habilidades.
Embora o avançado fator de cura de Wade Wilson tenha lhe permitido sobreviver ao câncer que estava lhe matando, ele acabou ficando com uma série de cicatrizes em seu corpo.
Na primeira edição da revista Pantera Negra vs Deadpool, vemos o rei de Wakanda trabalhando em um dispositivo chamado “células estelares”, que pode ser resumido em laser capaz de cortar células e curá-las instantaneamente. Por outro lado, vemos o Deadpool indo até Wakanda para pegar um pouco de vibranium, para tentar curar o carteiro Willie Lumpkin, que se feriu gravemente  ao se aproximar da última missão do Deadpool.
Obviamente, T’Challa nega o pedido de Wade, já que acredita que ele usará o vibranium para construir uma arma ou uma munição, fazendo com que os dois entrem em conflito.
Durante o confronto, o Pantera usa o laser das células estelares para cortar o braço de Wade, porém o membro não cresce novamente como seria o esperado. Segundo a explicação de T’Challa, o corte feito pelo dispositivo curou as células de Wade, impedindo que um novo membro crescesse no lugar, o que significa que, na verdade, a cura do mercenário vinha de seu câncer, que fazia com que seu corpo se regenerasse.
Levando em conta tudo o que já aconteceu com o Deadpool no passado, podemos considerar que, atualmente, todo o seu corpo é um tumor gigante dotado de consciente.

Fonte: Comic Book

Nenhum comentário:

Postar um comentário