sábado, 7 de julho de 2018

Morre co-criador do Homem-Aranha, Steve Ditko



Steve Ditko, co-criador do Homem-Aranha e do Doutor Estranho, morreu aos 90 anos. Segundo o The Hollywood Reporter, o corpo foi encontrado pela polícia de Nova Iorque no apartamento em que morava e a causa da morte não foi divulgada, acredita-se que o desenhista tenha morrido dois dias antes.

Considerado como um dos grandes artistas da chamada Era de Prata dos quadrinhos, período que abrange as décadas de 1950 e 1960, ele e Stan Lee criaram o Homem-Aranha em 1962.

Nascido Stephen J. Ditko em Johnstown, Pensilvânia no dia 02/11/1927, seu pai trabalhava em uma usina siderúrgica e sua mãe era dona de casa. Sua paixão pelos quadrinhos começou através de seu pai, que amava as aventuras do Príncipe Valente, e na adolescência Steve Ditko conheceu Batman e Spirit.

Depois de terminar o colégio, Steve Ditko serviu no exército após a Segunda Guerra Mundial, desenhando para o jornal militar. Depois de ser dispensado do serviço militar, ele se mudou para Nova Iorque em 1950 e estudou com Jerry Robinson, artista que desenhou Batman e co-criador de Robin e Coringa, na Cartoonist and Illustrators School, que depois mudaria o nome para School of Visual Arts.

Em 1953, Steve Ditko começou sua carreira profissional, trabalhando no estúdio de Joe Simon e Jack Kirby, criadores do Capitão América. Contraiu tuberculose em 1954 e voltou para sua cidade natal para se recuperar. Sua carreira na Marvel Comics começou em 1955, quando ainda era chamada Atlas Comics. 

Joe Simon, o escritor Jack Oleck, conhecido por seus trabalhos em quadrinhos de horror na DC Comics, e C. C. Beck, co-criador do Capitão Marvel, juntos criaram o personagem que a princípio se chamou Spiderman, mas depois mudaram o nome para Silver Spider. Eles ofereceram à editora Harvey que recusou a oferta. Anos se passaram, Joe Simon voltou a trabalhar com Jack Kirby e mostrou o personagem Silver Spider, os dois então mudaram algumas coisas e de Silver Spider o personagem virou O Homem-Mosca e o ofereceram à editora Archie que publicou suas histórias em 1959.

Em 1961, Stan Lee estava atrás de ideias para um super-herói adolescente e Jack Kirby mostrou o Silver Spider. Stan Lee curtiu a ideia e Jack Kirby desenhou a primeira versão do personagem, Stan Lee não gostou nadinha do visual. Então Stan Lee conversou com Steve Ditko e este redesenhou o personagem como o conhecemos. 

O fato é que Steve Ditko não gostava de trabalhar na Marvel, não se dava bem com Vince Colletta, o próprio Stan Lee, com este nem se falavam mais em 1965, chegando ao ponto de Steve Ditko passar as páginas desenhadas diretamente para o gerente de produção, Sal Brodsky. Em 1966, Steve Ditko deixa a Marvel e passa a desenhar para a Charlton Comics. 

Na nova casa criou personagens como o Capitão Átomo, Besouro Azul e Questão, que posteriormente passariam a integrar o elenco da DC Comics.

Eventualmente Steve Ditko voltaria a desenhar para a Marvel nos quadrinhos d'Os Vingadores, Speedball, Fantasma e Chuck Norris. 

Com 90 anos nas costas, o recluso artista continuava sua produção e ainda não se sabe a quantidade de material inédito que há em seu estúdio em Manhattan. Steve Ditko não deixou herdeiros e nunca se casou.



Nenhum comentário:

Postar um comentário