segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Nintendo na Brasil Game Show 2018 - #BGS2018


Jogamos Nintendo Switch na BGS 2018.

Na Brasil Game Show (BGS) deste ano, a Nintendo fez um retorno tímido para o evento ao patrocinar a área de cosplay chamada de Cosplay Zone, onde os fãs podiam tirar fotos com os personagens da empresa japonesa, além de conhecer pessoalmente o dublador oficial de Mario e outros personagens, Charles Martinet. Porém, a Nintendo aguardava surpresas em uma sala reservada à imprensa e convidados dentro da BGS, e lá dentro pudemos conferir algumas novidades para Nintendo Switch. 

Não sou um especialista em jogos da Nintendo, então minhas impressões serão bem superficiais. Para saber mais sobre os jogos testados, sugiro a leitura deste artigo do Ricardo Syozi da equipe do VGDB.

Super Smash Bros. Ultimate

Super Smash Bros. Ultimate de Nintendo Switch é a mesma versão apresentada na E3 deste ano. Algumas pessoas relataram que o jogo está mais otimizado e fluído que a versão de Wii U, outros, entretanto, não notaram diferença e outros disseram que o jogo está mais lento, lembrando o Super Smash Bros. Melee (Game Cube). Havia um bom número de personagens para escolher, assim como skins diferentes para cada um deles. Em relação a versão de Wii U, o personagem inédito Ridley foi um grande destaque, porém a versão final pode não ter o mesmo elenco desta demonstração apresentada. Pudemos testar o título com o Nintendo Switch Pro Controller e todos ficaram satisfeito com a responsividade do mesmo. Eu em particular achei o jogo tão bom quanto os outros da série, como não joguei a versão de Wii U, eu achei que para voltar para a plataforma estava mais difícil que as versões anteriores (Nintendo Wii, Game Cube e Nintendo 64), e ao cair de vez ou ser jogado para fora da plataforma, o retorno do personagem foi mais rápido. A previsão de lançamento é em 7 de dezembro de 2018.


Pokémon: Let's Go, Pikachu! e Pokémon: Let's Go, Eevee! é, grosseiramente falando, uma adaptação do Pokémon Go dos dispositivos móveis para o Nintendo Switch. O charme do jogo começa pelo controle, que é uma Pokébola sem fio, um design muito bem feito, ela possui um direcional que serve também como botão A e em sua superfície esférica há um Botão B, ou seja, pode ser tudo feito com uma mão apenas.

No jogo há a possibilidade de jogar com o Joy-Con ou no Console, mas com toda a certeza o charme do título é jogar no controle Pokébola. Na demo, você pode escolher entre a campanha de Pikachu ou Eevee, escolhi Pikachu, não sei o quanto a narrativa se difere em relação a Eevee, não li os diálogos e comecei a andar com o personagem pelo cenário, de cara encontrei outro treinador Pokémon perto de uma árvore e duelei com ele, usei alguns ataques e o derrotei sem maiores dificuldades, o hud de batalha é bastante simples e nem todas as opções estavam disponíveis. 

Voltei a andar pelo cenário, pude ver alguns Pokémon andando por ele e ao me aproximar de um deles é que o jogo realmente prendeu minha atenção, a tela em si é muito semelhante a encontrada em Pokémon Go, a diferença é que você arremessa o controle Pokébola para capturar o Pokémon, realizando a tarefa com sucesso, ao aproximar o controle do ouvido você escuta o Pokémon aprisionado. Incrível não?

Ao capturar o Pokémon, a tela seguinte mostra o ganho  de experiência que é dividido entre alguns Pokémon que você já possui. Esta tela em específico achei bem interessante, pois mostra os Pokémon em arte pixelada, claramente uma referência aos primeiros jogos da franquia. Falando em gráficos, eles são bem simples, parece-me que a versão final não fugirá disso.

Na parte da trilha sonora, os comentários foram que a música da demo é uma versão repaginada de Pokémon Yellow e Pokémon Red & Blue. Enfim, o jogo é claramente voltado para o público infantil, tudo é muito simples e intuitivo, entretanto, devido aos elementos de outros jogos da série, irá conquistar facilmente os mais nostálgicos. Eu não possuo nostalgia alguma com Pokémon, entretanto fiquei encantado com a jogabilidade. 

Maiores informações sobre o jogo você pode obter no site oficial, por exemplo sobre a conexão que Pokémon: Let's Go, Pikachu! e Pokémon: Let's Go, Eevee! terá com Pokémon Go. A previsão de lançamento do jogo é em 16 de novembro de 2018.

Abaixo seguem imagens de outros jogos que estavam disponíveis para serem testados.

Fifa 2019, já disponível. Sobre o placar da partida, perdi para o Ricardo Syozi.

Super Mario Kart 8 Deluxe, já disponível.

Super Mario Party, já disponível.

Mario Tennis Aces, já disponível.

Já publicamos aqui sobre os cartões pré-pagos da Nintendo aqui no DGDC NEWS, mas temos mais algumas informações, além dos jogos e assinatura do serviço Nintendo Switch Online, há cartões pré-pagos de conteúdo extra (DLC), os mesmos estavam disponíveis nas Lojas Americanas do evento, mas não se trata de um item exclusivo da rede, futuramente será possível encontrá-los em outras lojas.

Cartões pré-pagos de jogos exclusivos para Nintendo Switch.

Na parte de trás dos cartões estão os códigos para serem resgatados.

Além dos jogos, há o cartão pré-pago para a assinatura de um ano do serviço Nintendo Switch Online.

Diversos títulos a disposição.

Além dos jogos, há os cartões pré-pagos com conteúdo extra. Uma forma de ter o DLC em mídia física.

Cartões pré-pagos no estande das Lojas Americanas no evento. Note a assinatura de 3 meses do serviço Nintendo Switch Online.

Os preços dos jogos estavam tabelados em R$ 250,79 e os de conteúdo extra estavam R$ 83,59.

Praticamente os mesmos cartões apresentados pela assessoria Nintendo na América Latina.

Agradecimentos à assessoria Nintendo na América Latina pelo convite, ao Ricardo Syozi pela oportunidade em acompanhá-lo nessa cobertura e ao Mozart e ao Rafa Mad pela ajuda com o artigo.

Leia mais sobre Nintendo Switch.

Nenhum comentário:

Postar um comentário